Em São Paulo, mais precisamente na zona sul da capital paulista, fica um museu que eu sei que você nem sabia que existia: o Museu da Lâmpada!!!!

Criado pelos sócios fundadores da GIMAWA, uma das principais revendedoras de materiais elétricos, o Museu da Lâmpada aborda a história desde a descoberta do fogo até as lâmpadas mais modernas utilizadas atualmente. Um lugar que agrega conhecimento e ao mesmo tempo detentor de um acervo significativo histórico, foi inaugurado em 15 de abril de 2012, para encantar o público e apresentar a história da invenção que é o símbolo da boa ideia. O museu conta com um acervo de pesquisa, materiais e equipamentos capazes de reproduzir a linha do tempo, desde a descoberta do fogo, a invenção da lâmpada, até o desenvolvimento das mais modernas tecnologias em iluminação.

museulampada
Crédito: http://www.museudalampada.com.br/quem-somos/

“Temos uma sala inteira dedicada ao Thomas Edison, pai da lâmpada incandescente, que teve mais de 2.600 patentes em seu nome. Ele participou de muitas outras invenções como o telefone, máquina de escrever, cinetoscópio. Também falamos de Nikola Tesla, inventor da lâmpada fluorescente”, conta Gilberto Pedrone, idealizador e diretor do museu. “Trazemos várias curiosidades, por exemplo, lâmpadas desmontadas para poder ver o que tem dentro, a fim de aproximar esse tema das crianças.”

museu-600x400
Crédito: Sala dedicada ao inventor Thomas Edison. Foto: Eduardo Zocchi

Em outra sala os visitantes podem conhecer os “inventores da lâmpada” e sua história. Existe uma linha do tempo que mostra a lâmpada utilizada ao longo do tempo e sua evolução.

OS-INVENTORES-2
Crédito: http://www.museudalampada.com.br/exposicoes-de-longa-duracao/

Uma outra exposição que chama muito a atenção de quem visita é “história do Fogo ao LED”, com diversos objetos de iluminação que retratam o período paleolitico até os dias atuais.

FOGO-AO-LED-2
Crédito: http://www.museudalampada.com.br/exposicoes-de-longa-duracao/

Outra exposição deste museu é o da Sustentabilidade. Nesta sala são apresentados os perigos do descarte incorreto das lâmpadas fluorescentes e o método de reciclagem.“Tentamos conscientizar sobre o descarte correto das lâmpadas, pois além do vidro ser um material cortante e perigoso, elas levam mercúrio, que é altamente prejudicial para a saúde. Então temos uma parceria com uma empresa de reciclagem para fazer essa destinação de forma adequada”, conta Pedrone.

RECICLAGEM-1.jpg

Além dessas salas o museu conta com um auditório com capacidade de  46 lugares que contribui para melhor visibilidade do evento e, também, para a sustentabilidade financeira do próprio museu. Sendo um local estratégico para as empresas realizarem as suas atividades coorporativas, associando a sua marca a um museu público e de grande reconhecimento.

Para quem tiver interesse em visitar o museu, ele está localizado na Av. João Pedro Cardoso n° 574, Campo Belo, São Paulo – SP. O horário de funcionamento é das 09h às 18h. Para visitar o Museu é necessário fazer o agendamento da visita através do site www.museudalampada.com.br. O ingresso é a doação de 1kg de alimento não perecível.

 

Tem dúvidas, críticas, sugestões? Divida comigo e me ajude a melhorar esse blog! Faça seu comentário!

 

 

Bibliografia:

Museu da Lâmpada narra história da iluminação

http://www.museudalampada.com.br/o-projeto/

Anúncios