O texto abaixo foi (mal)traduzido da página Engineering.com. Caso queira ver no original, clique aqui.

Uma equipe de engenheiros da NASA desenvolveu um projeto que vai fazer uso de drones na luta contra os asteróides. O projeto, ADELIE apelidado (Airborne Deep Learning Image Explorer), combina drones autônomos com aprendizagem de máquina para simplificar um elemento crucial da defesa meteorito: a recuperação de amostras de meteoritos em campo.

Se não quisermos acabar como os dinossauros, é uma boa ideia ter um plano para lidar com os asteroides errantes zunindo em torno do nosso sistema solar. Uma parte fundamental deste plano é aprender do que os meteoritos são feitos. Embora existam mais de 100 famílias de asteroides conhecidos que poderiam revelar-se uma ameaça ao nosso planeta, a composição dos asteroides em famílias diferentes é ainda uma questão em aberto e de difícil resolução.

bigstock-the-falling-meteor-rain-comet-117242105_ivkrqu
Crédito: http://www.engineering.com/DesignerEdge/DesignerEdgeArticles/ArticleID/13342/Using-Drones-to-Combat-Asteroids.aspx

Por que isso Importa? A fim de planejar a melhor forma de se defender contra um asteroide, você precisa saber exatamente com o que um impacto cinético com a terra se pareceria e quais os efeitos atmosféricos de uma detonação. Claramente, conhecendo as propriedades do material de um asteroide é necessário avaliar o risco que isso possa representar, bem como a forma de combater esse risco. Nós só poderemos determinar estas propriedades do material, encontrando e analisando as amostras físicas. Apesar de sabermos a localização geral de amostras de asteroides, encontrar pequenas rochas espaciais é uma tarefa realmente muito árdua que requer até 100 horas de busca tediosa. É por isso que a equipe ADELIE está esperando que drones autônomos equipados com câmeras possam resolver o problema, usando técnicas de imagem com aprendizagem profunda para identificar a localização de amostras rapidamente.

arm_2_lcbwwp
Crédito: http://www.engineering.com/DesignerEdge/DesignerEdgeArticles/ArticleID/12911/NASA-Asteroid-Capture-Technology-Passes-Major-Test.aspx

“Muitos meteoritos caem no mundo anualmente, mas apenas alguns são rastreados enquanto estão entrando. Usando drones podemos ajudar a recuperar as quedas menores que são monitoradas em nossas redes de câmeras”, disse Peter Jenniskens, astrônomo de meteoros no Instituto SETI (Sigla para Busca por inteligência Extraterrestre). “Aumentar o número de quedas controladas irá apontar-nos de que parte dos cinturões de meteorito o asteróide veio”. Algumas imagens de algoritmos têm identificado corretamente amostras de meteoritos em diferentes tipos de terreno. No entanto, ainda há aperfeiçoamentos a serem feitos, como resolver o problema do ainda grande número de falsos resultados positivos. Apesar das deficiências, a equipe está animada com o potencial de ADELIE e é rápido em apontar a necessidade de um melhor acompanhamento de asteróides. Para saber mais sobre ADELIE, vá para a apresentação da equipe da NASA New Frontier Development Lab (FDL), o patrocinador da pesquisa, abaixo:

Em mais uma boa notícia para a defesa de asteróides, tecnologia asteróide de captura da NASA passou por esse teste.

Tem dúvidas, críticas, sugestões? Divida comigo e me ajude a melhorar esse blog! Faça seu comentário!

Fontes:

Anúncios