O texto abaixo foi (mal)traduzido da página Engineering.com. Caso queira ver no original, clique aqui.

O relatório mais recente da British Petroleum (BP) Statistical Review of World Energy, que fornece dados referentes a 2014, estima que a produção de biocombustíveis do mundo em 70,792,000 de toneladas, o que representa um aumento de 7,4% em relação ao ano anterior. Os dois primeiros países da lista produzem o equivalente a 69% da produção mundial de biocombustíveis, o que significa que ainda há uma necessidade mundial de desenvolvimento desse tipo de combustível e melhoria de processos para que a tecnologia não fique com apenas uma pequena parcela dos países.

O crescimento da produção na Ásia muito contribuiu para o aumento global dos biocombustíveis. Entre os principais produtores, apenas a Coreia do Sul registou uma diminuição da produção, enquanto outros países viram o aumento tão alto quanto 40%, Os estados norte-americanos também aumentaram a sua produção de biocombustíveis, enquanto que na Europa apenas a Áustria teve uma queda significativa. De todos os países do estudo, o que viu o maior declínio em sua produtividade foi a Austrália, que deu quase 17% a menos de biocombustíveis em comparação com 2013.

A seguir, vamos mostrar os 8 países que mais produziram, segundo o estudo:

8. O Holanda

Produção: 1.145.000 toneladas

Começamos nossa lista com os Países Baixos, que adotou o direcionamento da União Européia para aumentar a quota de energias renováveis para 20% até 2020. Entre 2010 e 2014 o país a produção de biocombustíveis quase triplicou, e a saída de 1.145.000 toneladas representaram 2% do global de biocombustíveis.

7. China

Produção: 2,038,000 toneladas

Em 2014, a produção de 2.083.000 toneladas representaram 2,9% de biocombustíveis globais. A China aumentou a produção de biocombustíveis em 3,3% em função dos planos estratégicos do país que é de aumentar o uso de bioenergia. No entanto, de acordo com o USDA, a meta da China para produzir quatro milhões de toneladas de bioetanol e um milhão de toneladas de biodiesel, será apenas parcialmente atendidas já que apesar de o país esperar produzir as quantidades desejadas de biodiesel, a produção de etanol atingirá apenas 2,49 milhões de toneladas. Ao mesmo tempo, o crescimento futuro da produção de bioetanol está em jogo, porque o governo cortou os subsídios para o etanol à base de grãos. Além disso, a produção de biodiesel, que dobrou entre 2010 e 2015, não conseguirá subir no futuro uma vez que os grandes produtores de biodiesel estão fechando fábricas e deixando o mercado.

biodiesel_3
Crédito: http://www.insidermonkey.com/blog/8-countries-that-produce-the-most-biofuels-in-the-world-456799/

6. França

used_vegetable_cooking_oil
Crédito: http://www.insidermonkey.com/blog/8-countries-that-produce-the-most-biofuels-in-the-world-456799/

Produção: 2,269,000 toneladas

A França é o segundo maior produtor de biocombustíveis na Europa. A produção total é de 2,269 milhões de toneladas em 2014, o que representou um aumento de 2,2% em relação a um ano atrás e é responsável por 3,2% de biocombustíveis globais. No final de 2014, o país elevou o limite para uma quota de biocombustíveis no combustível de transporte para 8%, ultrapassando assim o nível de biocombustível de 7%, que foi criado pela União Europeia. Para atender aos níveis mais elevados de mistura de biocombustíveis os produtores franceses abriram uma nova fábrica, cuja capacidade chegará a 500.000 toneladas.

5. Indonésia

Produção: 2.444.000

Entre 2013 e 2014, a Indonésia teve um aumento da produção de biocombustíveis em 40%, que é o maior crescimento entre os 8 países que produzem a maioria dos biocombustíveis no mundo. A produção de 2.444.000 toneladas constitui 3,5% da produção mundial de biocombustíveis. A Indonésia, que é o maior produtor de óleo de palma, fez um esforço significativo para aumentar a produção de biodiesel para reduzir a importação de petróleo e emissão de efeito estufa, de um lado, e aumentar o uso de óleo de trópico, por outro. No ano passado, o governo aumentou o nível de biodiesel no diesel para 15% e ao mesmo tempo, incentivou a produção de biocombustíveis através de subsídios. No entanto, uma queda nos preços do petróleo no início de 2016 interferiu com subsídios do abastecimento nacional de biodiesel.

1024px-oilpalm_malaysia-750x563
Crédito: http://www.insidermonkey.com/blog/8-countries-that-produce-the-most-biofuels-in-the-world-456799/

4. Argentina

Produção: 2,577,000 toneladas

Os biocombustíveis da Argentina constituem 3,6% da produção mundial. Entre 2013 e 2014 o país aumentou a produção de biocombustíveis em 30,9%. A USDA estima que o aumento da capacidade de produção contribuirá com o aumento do consumo de bioetanol para alcançar o recorde de 900 milhões de litros em 2016. A mesma organização prevê que metade de bioetanol será produzido a partir do açúcar e a outra metade a partir de grãos. Ao mesmo tempo, 2,33 bilhões de litros de biodiesel serão produzidos no país, dos quais parte significativa irá atender às necessidades de crescimento do consumo doméstico, enquanto 1,02 bilhões de litros serão exportados.

sugarcane-253203_1280-750x509
Crédito: http://www.insidermonkey.com/blog/8-countries-that-produce-the-most-biofuels-in-the-world-456799/

3. Alemanha

Produção: 2.684.000

A Alemanha é o maior produtor de biocombustíveis na Europa. Entre 2013 e 2014 o país registrou o aumento de produção de 2%, enquanto sua produção total foi responsável por 3,8% da produção mundial de biocombustíveis. Um dos objetivos estratégicos definidos pelo governo é aumentar a utilização do recurso de energia renovável porque quer reduzir a dependência da Alemanha em relação ao petróleo importado e reduzir a emissão de gases de efeito estufa.

123
Crédito: http://www.insidermonkey.com/blog/8-countries-that-produce-the-most-biofuels-in-the-world-456799/

2. Brasil

Produção: 16,656,000 toneladas

Biocombustíveis provenientes do Brasil são responsáveis por 23,5% da produção do commodities global. Usando cana como combustível, o Brasil tornou-se um dos principais produtores de etanol do mundo. Parte significativa do etanol produzido é produzida para o mercado doméstico já que o Brasil tem o maior número de carros flex-fuel, e o uso do etanol é obrigatório na mistura de gasolina. No entanto, a recente crise econômica afetou profundamente a indústria de etanol – três das sete principais fábricas de  biocombustíveis foram fechadas, a construção de novas usinas teve sua velocidade diminuida, e os agricultores que costumavam cultivar cana para o combustível estão agora mudando para produzir alimentos. Apesar dos problemas, o país aumentou a produção de biocombustíveis entre 2013 e 2014 em 5,5%.

sugarcane-253205_1280-750x563
Crédito: http://www.insidermonkey.com/blog/8-countries-that-produce-the-most-biofuels-in-the-world-456799/

1. Estados Unidos

Produção: 30,056,000 toneladas

Os Estados Unidos classificou-se como primeiro lugar na nossa lista de 8 países que produzem a maioria dos biocombustíveis no mundo. O país aumentou sua produção em 5,6%, atingindo 30,056 milhões de toneladas, que representam 42,5% da produção mundial. Os dados mais recentes da Administração de Informação de Energia dos EUA mostra que os EUA produziram 105 milhões de litros de biodiesel em fevereiro deste ano. Os combustíveis foram produzidos em 94 plantas, enquanto a maior parcela veio da região Centro-Oeste.

soybeanbus
Crédito: http://www.insidermonkey.com/blog/8-countries-that-produce-the-most-biofuels-in-the-world-456799/

Tem dúvidas, críticas, sugestões? Divida comigo e me ajude a melhorar esse blog! Faça seu comentário!

Fontes:

  • http://www.insidermonkey.com/blog/8-countries-that-produce-the-most-biofuels-in-the-world-456799/

Anúncios