Arquiteto desenvolve casas com plástico e borracha reciclados

O arquiteto Oscar Mendez, empresário colombiano, dono da empresa Conceptos Plásticos, que estudou sobre empreendedorismo social na Universidade da Pensilvânia, desenvolveu um novo tipo de construção capaz de resolver dois problemas contemporâneos de uma só vez: o lixo e a falta de moradia. Com a tecnologia desenvolvida por ele, é possível transformar plásticos e borracha em blocos para construção de abrigos temporários, residências, salas de aulas, centro comunitários e outros edifícios.

Esta tecnologia não só evita a poluição gerada pelo plástico e desvia os resíduos dos aterros, como também transforma-os em materiais de construção necessários para as comunidades para estabelecer uma infra-estrutura física com baixo impacto ambiental reduzindo o consumo de água e energia, bem como a redução das emissões de CO2. 

O material base da construção é obtido da seguinte forma. Resíduos de plásticos e de borracha são derretidos e transformados em blocos semelhantes a peças de lego gigantes, permitindo que a própria comunidade e as famílias possam construir suas próprias casas. O produto ainda recebe aditivos que o tornam resistentes ao fogo e, por ser feito com borracha, também é resistente a terremotos.

A própria empresa se encarrega de ensinar o método de construção aos moradores locais, garantindo autonomia e ajudando a elevar a autoestima dessas pessoas. Isso faz com que o tempo levado para a construção seja rápido. Uma casa para uma família é construída por quatro pessoas, inexperientes na construção e leva apenas cinco dias para construí-la. Já um abrigo para 14 famílias é montado por 15 pessoas, sem experiência na construção, em apenas 10 dias.

A companhia também trabalha direto com as cooperativas de reciclagem, ajudando a gerar renda e capacitando-as para tornar o processo de separação dos materiais e a própria fabricação dos blocos mais eficientes.

Segundo o site da empresa, o sistema de construção é 30% mais barato do que os sistemas tradicionais nas zonas rurais. Por isso, o objetivo principal deles é usar o conhecimento em projetos de infra-estrutura e experiência no setor de habitação para levar moradias a comunidades carentes, fundações e organizações não governamentais aproveitando-se do potencial dos materiais utilizados.

É torcer para que esta iniciativa dê certo e seja mais divulgada!

 

Fontes:

Advertisements

3 comentários sobre “Arquiteto desenvolve casas com plástico e borracha reciclados

Deixe uma resposta