Como já falamos essa semana aqui, o Grafeno é um material extremamente útil para as novas tecnologias. Alem de ser muito resistente ele também é um excelente condutor de energia. Foi com ajuda desse material, que foi desenvolvida essa placa geradora de energia.

Como sabemos, uma das grandes soluções e apostas globais para a produção de eletricidade com baixo impacto ambiental, seja em larga ou em pequena escala, é a energia solar. Porém, em dias nublados ou chuvosos essa solução não é tao eficiente. Não era… Isso porque essa nova tecnologia pode mudar este cenário.

62936-90188-grafeno
Crédito: https://canaltech.com.br/materia/produtos/grafeno-conheca-o-material-que-vai-revolucionar-a-tecnologia-do-futuro-25436/

Um grupo de cientistas chineses, liderados por Qunweu Tang, Xiaopeng Wang, Peishi Yang e Benlin He, desenvolveu uma placa fotovoltaica que é capaz de produzir energia a partir dos raios solares e também pelas gotas de chuva, sendo eficiente independente das condições climáticas.

O sistema funciona graças a uma camada de grafeno incorporada à superfície das placas. O material é usado para revestir as células solares, mas também é um excelente condutor de eletricidade. Como é um material de excelente condutividade elétrica, tudo o que é preciso para criar a tecnologia é uma mera camada de grafeno de um átomo de espessura, para que uma quantidade enorme de elétrons possa se mover pela superfície.

Quando a água está presente neste processo, o grafeno liga seus elétrons com íons carregados positivamente, o que é conhecido entre os cientistas como interação ácido-base de Lewis. O sal contido na chuva se separa em íons, tornando grafeno e água uma ótima combinação para a produção de energia. A água realmente adere ao grafeno, formando uma camada dupla com os elétrons de grafeno. A diferença entre as camadas é tão forte, que gera energia.

Segundo os pesquisadores, estas células solares podem ser estimuladas pela luz incidente em dias ensolarados e por pingos de chuva nos dias chuvosos, atingindo uma eficiência de conversão de energia ideal de 6,53% sob 1,5 de espessura de radiação, junto a uma tensão de centenas de mV por pingos de chuvas.

Agora, vamos esperar que esse estudo, de março de 2016, resulte em produção de longa escala, para que possamos ver esse produto nas nossas casas em breve!

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos! Vamos fazer chegar ao máximo de pessoas possível!

Tem dúvidas, críticas, sugestões? Divida comigo e me ajude a melhorar esse blog! Faça seu comentário!

Fontes:

  • http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/anie.201602114/full
  • http://ciclovivo.com.br/noticia/chineses-criam-painel-solar-que-gera-energia-a-partir-da-chuva-tambem/

Anúncios