O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou no último dia 09/05/2017 a emissão no mercado internacional de títulos verdes, ou green bonds, no valor de US$ 1 bilhão. É a primeira vez que um banco brasileiro emite esse tipo de título no mercado internacional. A emissão foi preparada pelos bancos J.P.Morgan, Crédit Agricole e Bank of America Merrill Lynch e servirá para investir em projetos de geração de energia eólica ou solar. Os chamados ‘green bonds’, que são títulos de dívida corporativa direcionados para projetos ambientalmente sustentáveis.

“Os papéis têm características similares aos bonds convencionais, porém os recursos obtidos devem ser destinados a financiar projetos ambientalmente sustentáveis, atestados por uma empresa verificadora, especializada na área ambiental. No caso do BNDES, irão para projetos de geração eólica ou solar, novos ou já existentes na carteira do Banco”, disse o BNDES.

energia2-600x331
Crédito: http://www.sipces.org.br/2014/06/energia-sustentavel-e-economica-e-possivel/

O prazo para pagamento é de sete anos. A taxa de retorno é de 4,80% ao ano. Até agora, apenas companhias privadas brasileiras haviam captado bônus verdes no mercado externo. Os títulos serão listados na Bolsa Verde de Luxemburgo (Luxembourg Green Exchange).

Foco em energia renovável

O BNDES está reforçando seu caixa para investir em projetos sustentáveis. No fim de abril, o banco anunciou a captação de US$ 300 milhões para o setor com o banco dos Brics para investir em energias renováveis.

Entre 2003 e 2016, o banco aprovou 87 operações de financiamento para o setor de energia eólica, que somaram R$ 28,5 bilhões de crédito e aumentaram a capacidade instalada em cerca de 10,7 GW.

O diretor das Áreas de Crédito, Financeira e Internacional do BNDES, Claudio Coutinho, destacou o grande interesse dos investidores internacionais na operação, que inicialmente serviria para captar US$ 500 milhões. A ampliação do montante, segundo ele, foi reflexo do apelo dos títulos junto ao mercado estrangeiro. “É uma captação com efeito simbólico, que evidenciou aos investidores a qualidade da nossa carteira de projetos”, afirmou.

parque-eolico5-696x355

“O sucesso dessa oferta de green bonds consolida a presença internacional do BNDES e proporciona uma série de benefícios, entre eles, reforçar a prioridade que o banco dá ao tema da sustentabilidade socioambiental; promover a difusão das melhores práticas de gestão socioambiental; incentivar o acesso de outros emissores brasileiros ao mercado de green bonds; e construir um novo ponto de referência em sua estrutura a termo de taxa de juros internacionais”, disse o BNDES.

Quem pode obter?

Os recursos podem ser obtidos por microempresas ou pessoas físicas empreendedoras de atividades de pequeno porte com faturamento de até R$ 360 mil. Os recursos para os microempreendedores finais são captados pelos agentes operadores por meio de operações de crédito com o BNDES, no valor mínimo de R$ 1 milhão. Saiba como obter.

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos! Vamos fazer chegar ao máximo de pessoas possível!

Tem dúvidas, críticas, sugestões? Divida comigo e me ajude a melhorar esse blog! Faça seu comentário!

Fontes:

http://g1.globo.com/economia/noticia/bndes-emite-titulos-verdes-e-capta-us-1-bilhao-no-exterior.ghtml

http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2017-05/bndes-capta-us-1-bilhao-em-titulos-verdes-no-mercado-internacional

http://www.canalenergia.com.br/zpublisher/materias/Noticiario.asp?id=116995

http://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/imprensa/noticias/conteudo/bndes-atinge-em-outubro-marca-de-r%24-1-bilhao-desembolsado-para%20microcredito-produtivo/

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/05/1882559-bndes-conclui-captacao-de-us-1-bi-para-investir-em-energias-renovaveis.shtml

Anúncios