A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) foi eleita a melhor universidade da América Latina, segundo ranking da publicação britânica “Times Higher Education”(THE), uma das principais publicações dedicadas ao ensino superior no mundo. A Unicamp trocou de posição no ranking com a USP (Universidade de São Paulo), que liderava o ranking em 2016 e ficou na segunda posição neste ano.

A “Times Higher Education” atribui a mudança a um aumento nas notas da Unicamp que medem as citações em trabalhos acadêmicos e a entrada de receita para pesquisas vinda do mercado.  O ranking avalia outros elementos como o ambiente de ensino, o volume, a reputação e a influência das pesquisas feitas pelas instituições, o nível de internacionalização das universidades e a relação da instituição com o mercado. . O peso de cada item, no entanto, é diferente para a América Latina do que para outras regiões, para “refletir as características de universidades de economias emergentes”.

“A USP lidera na qualidade de seu ambiente de pesquisa, mas Campinas a supera em quantidade de citações em outros trabalhos internacionais e em transferência de conhecimento para a indústria”, disse Phil Baty, editor do ranking. “Uma delas é a maior e mais estabelecida das duas instituições, e a outra é menor e mais conhecida como especializada em pesquisa médica e científica. Essas duas qualidades diferentes representam tanto a diversidade quanto a excelência do setor de ensino superior no Brasil.”

Além da Unicamp, a USP, a Unifesp, a UFRJ e a Puc-Rio estão entre as 10 primeiras da lista, juntamente com duas universidades chilenas, duas mexicanas e uma colombiana. No total, 32 instituições brasileiras aparecem no ranking, que tem, ao todo, 81 universidades de oito países.

A lista, composta por 81 universidades da região, inclui 32 instituições brasileiras. Delas, 18 estão entre as 50 melhores, menos do que o ano passado, quando 23 ocuparam posições de mais destaque.

Não participam do ranking universidades que não possuem cursos de graduação, que não tiverem publicado pelo menos 200 trabalhos de pesquisa entre 2011 e 2015 ou se 80% ou mais de sua atividade se concentrar em apenas uma das missões consideradas pelo levantamento.

O ranking latino-americano foi publicado pela primeira vez em 2016 e os rankings mundiais começaram a ser divulgados anualmente em 2010.

Quer ver o ranking com todas as Universidades Brasileiras que aparecem na lista? Clique aqui.

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos! Vamos fazer chegar ao máximo de pessoas possível!

Tem dúvidas, críticas, sugestões? Divida comigo e me ajude a melhorar esse blog! Faça seu comentário!

Fontes:

  • https://www.timeshighereducation.com/world-university-rankings/2017/latin-america-university-rankings#!/page/0/length/25/sort_by/rank/sort_order/asc/cols/scores
  • http://www.bbc.com/portuguese/brasil-40663742
  • http://www.valor.com.br/carreira/5046734/unicamp-passa-usp-e-lidera-ranking-de-melhores-universidades-da-al
  • https://engenheironaweb.com/2017/07/20/veja-o-ranking-das-melhores-universidades-da-america-latina-tem-brasileira-liderando/

Anúncios