Qualquer pessoa que estiver pensando em construir uma nova casa no sul de Miami – ou reformar as casas já existentes – terá que instalar painéis solares sob uma lei inovadora aprovada pela Comissão Municipal de South Miami, na semana passada.

A medida, a primeira de sua espécie na Flórida, entrará em vigor em 18 de setembro, seguirá a liderança de algumas cidades da Califórnia, exigindo que novos edifícios se tornem adeptos da energia solar.

De acordo com as regras, qualquer nova construção deve ter pelo menos 16 metros quadrados de painel solar ou 2,75kw a cada 92 metros quadrados de telhado da residência. A única opção de não ser necessário a instalação de painéis solares é o caso de a casa for construída sob árvores existentes. Neste único caso, a sombra pode dispensar a instalação do equipamento.

E o que é mais surpreendente: As grandes reformas residenciais, que substituem mais de 75% da estrutura existente ou estendem a estrutura em mais de 75%, também devem seguir a nova lei.  O prefeito de South Miami, Philip Stoddard, que também é professor de biologia na Universidade Internacional da Flórida, defendeu a medida. Toda a sua casa funciona com energia solar e ele dirige um carro elétrico. Sua conta de energia mensal é de cerca de US $ 10.

“A energia solar reduz o custo da propriedade da casa, faz as casas venderem mais rápido, elas retornam mais rápido à um construtor, criam empregos locais e, o mais importante, reduz as emissões de carbono hoje para ajudar nossos filhos e netos a ter um futuro melhor para amanhã”, disse Stoddard ao Miami Herald.

IMG_IMG_0272SOLAR_POWER__2_1_5S9RJE9E_L271318552.jpg

O residente David Rifkind, que já instalou painéis solares em sua casa, elogiou a comissão por “fazer um exemplo” que será visto globalmente. “Estou muito grato e muito orgulhoso como cidadão do sul de Miami por esta medida em relação aos painéis solares”, disse ele. “É incrível como isso nos empurra para a frente em uma conversa global sobre as pequenas formas incrementais de que podemos fazer mudanças”.

Mas Matthew Barket, que disse que vive em uma casa menor e mais velha, estava preocupado com a nova lei poderia ser mais prejudicial do que boa. “Eu sou um grande fã de tecnologia em todos os aspectos – energia sustentável, computadores e defendo esses tipos de medidas”, disse ele. “A questão é realmente uma análise de custo benefício aqui. Eu acho que você não vai receber o tipo de retorno sobre seu investimento que está sendo retratado”.

O Departamento de Energia dos EUA estima que um sistema de tamanho médio custa cerca de US $ 11.000 após ter avaliado créditos federais. South Miami renunciou a suas taxas de permissão para instalações solares.

Vamos aguardar para ver se essa iniciativa vai ser uma tendência ou não. Torcemos para que sim!

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos! Vamos fazer chegar ao máximo de pessoas possível!

Tem dúvidas, críticas, sugestões? Divida comigo e me ajude a melhorar esse blog! Faça seu comentário!

Fontes:

  • http://www.miamiherald.com/news/local/community/miami-dade/south-miami/article162582838.html
  • http://ciclovivo.com.br/noticia/residencias-novas-em-south-miami-terao-que-instalar-paineis-solares/

Anúncios