Os contêineres vêm ganhando espaço no setor da construção civil no Brasil. Normalmente utilizados no transporte de cargas marítimos, eles se transforma em casas e projetos comerciais como escritórios, galerias, restaurantes e até hostel. Há diversas vantagens em investir nessa nova alternativa, que englobam desde sustentabilidade, a economia e praticidade. Muito comum no Japão e na Europa — principalmente na Holanda e na Inglaterra – esse tipo de aplicação se destaca pela facilidade no deslocamento e expansão do projeto. “Já se tornou uma prática consolidada que atende a uma grande diversidade de usos”, afirma Túlio Tibúrcio, professor adjunto do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Viçosa.

content_construcaocontainer_bimbon05.jpg

Sem dúvida existem inúmeros contêineres sem utilização ao redor do mundo. Por ser muito caro retornar a estrutura de aço para o país de fabricação, muitos deles ficam vazios em docas ocupando um grande espaço.

BG_strip_58485_1_full.jpg

Alguns argumentos no discurso a favor do uso das caixas de aço ainda tem muita força: a durabilidade, a grande disponibilidade do material e o custo ainda são méritos do contêineres. O jeito como eles são produzidos, porém, torna o processo de adaptação de um contêiner para um lugar habitável algo extremamente dispendioso.

content_construcaocontainer_bimbon03
Banheiros Ecotransportáveis | SJ2A

Na reutilização de contêiner de verdade, é preciso fazer aberturas com ferramentas específicas no aço, o chão precisa ser substituído e toda a estrutura jateada. As tintas utilizadas na fabricação das caixas possuem componentes químicos pesados, como o cromato e o fósforo, que aumentam o tempo de vida de um contêiner no transporte marítimo. Além das tintas, as superfícies internas são expostas a inseticidas altamente tóxicos, que precisam ser retirados para que a caixa se torne habitável. Isso, combinado com a quantidade de combustíveis fósseis utilizados no transporte de um contêiner contribui significativamente para diminuir a pegada ecológica.

content_construcaocontainer_bimbon04.jpg

Desvantagens

1 – Espaço – Por ser um espaço limitado a um container (isso é óbvio), existe uma dificuldade de projeto e modulação. Além disso, com esse pouco espaço nem sempre muito confortável a sua utilização para determinados fins. Os containers são geralmente medidos em pés, variando em 20 e 40. Os de 20 apresentam as seguintes dimensões: 6 m x 2,4 m x 2,6 m de altura, enquanto os de 40 variam em 12 m x 2,4 m x 2,6 m, 12 m x 2,4 m x 2,9 m e 6 m x 2,4 m x 2,6 m de altura, dependendo da antiga função do container. Os que mantinham estruturas de refrigeração nas docas, por exemplo, costumam ser menores.

container-2-med$$8444.jpg

2 – Terreno – A área do terreno deve ser capaz de comportar os containers, com espaço para as manobras dos guindastes que fazem a conexão entre os módulos.

3 – Mão de Obra – Requer mão-de-obra especializada, principalmente nos cortes das esquadrias.

4 – Conforto térmico e Acústico – Requer cuidados especiais de isolamento térmico e acústico. O contentor é feito de aço que é um ótimo condutor de calor e péssimo isolante acústico.

5 – Regulamentações – Como se trata de um tipo novo de construção, carece de conhecimento da legislação adequada e dificuldade de obtenção de financiamento. Os alvarás e licenças para uma construção de container são os mesmos de alvenaria, obtidos junto à prefeitura. No entanto, você pode enfrentar problemas em algumas cidades, já que trata-se de uma construção pouco usual. Planos, elevações, topografia, rede de esgoto, energia e desenhos estruturais são os documentos básicos para começar.

6 – Contaminação – Dependendo do que o contêiner transportava no passado, podem haver vestígios contaminantes. Além disso, os solventes liberados da pintura e selantes utilizados na fabricação do contêiner podem ser prejudiciais à saúde.

7 – Manutenção – Por ser um material que estava a maior parte do tempo perto do mar, é necessário fazer uma manutenção preventiva e, para o caso de haver a ferrugem, é preciso tratamento adequado antes da aplicação na construção.

Vantagens

1 – Praticidade e versatilidade – O contêiner é considerado uma alternativa prática e versátil. Prático, pois pode chegar ao endereço da obra 100% pronto. Além disso, permite movimentação de um local para o outro. Também é versátil, por ter a opção de expandir a obra adicionando módulos, que podem chegar prontos ao local e serem acoplados aos contêineres já existentes.

BG_strip_58485_0_full
Créditos: Nenad Radovanovic/Divulgação A cafeteria Kasten Café, projeto do escritório Arquitecto Arquitetos Associados, foi feita dentro de contêineres

2 – Conforto na obra – A entrega imediata e a segurança que o contêiner marítimo oferece são algumas das vantagens do aluguel do produto. Além disso, é possível reposicionar o contêiner dentro do terreno da obra ou para outras construções quando for conveniente, já que são totalmente modulares. Também é econômico, pois não gera custos de mão de obra, nem de material para montagem de estruturas comumente feitas em madeira e compensado. Outras vantagem é que a obra ficará mais limpa com redução de entulho e de outros materiais,

3 – Sustentabilidade – Outro destaque é o fator sustentabilidade, pois o material utilizado pelas companhias navais passa a ser reutilizado com uma nova função, e esse é um aspecto de pontuação para construções que visam um selo LEED de sustentabilidade. Além do próprio contêiner ser um material sustentável, é possível manter até 90% do solo permeável, pois os pontos de apoio que os contêineres necessitam são mínimos, ou seja, pode-se conservar a geografia do terreno praticamente intacta. Uma vez que há redução dos pontos de apoio, como por exemplo colunas, sapatas (parte mais larga e inferior do alicerce) e baldrame (viga de fundação que corre ao longo dos alicerces), com os contêineres se reduz o uso de materiais como cimento, tijolos, madeira, ferro, água, pedra e areia. Materiais estes que, ou são recursos naturais, ou provém de recursos naturais.

4 – Economia – Somente o contêiner custa em média R$ 10.500. “Uma das vantagens em optar pelo contêiner na construção é o baixo custo de compra do equipamento e instalação, valor que chega a ser 15% menos do que em alvenaria”, explica Pablo Castilho, gerente técnico e de projetos da Delta Containers, empresa especializada no desenvolvimento de projetos especiais a partir de contêineres. No entanto, se for empreendimento comercial, onde quanto antes inaugurado, mais rápido terá rendimento, a vantagem é ainda maior, pois a obra é entregue, em média, em 40% do tempo de uma construção do mesmo porte, se feita em alvenaria.

5 – Aproveitamento do espaço físico – O empilhamento dos contêineres, sem qualquer transformação, permite que o contêiner da base receba sobre ele uma carga de até 216 toneladas, ou nove unidades, que convertida em estruturas transformadas com acabamento total, pode chegar tranquilamente a altura de um prédio de 15 andares. Além disso, o fato de poderem ser usados em balanços, muitas vezes sem colunas de sustentação, e também na posição vertical, permitem um melhor aproveitamento do espaço físico disponível. A locomoção é fácil, pois os contêineres, além de modulares, são leves, possibilitando que equipamentos comuns de carga e descarga, como caminhões munck ou pequenos guindastes, façam esta locomoção sem maiores problemas.

6 – Flexibilidade – Além da construção poder ser desmontada e montada em outro terreno,  suas características modular e geométrica permite diversas configurações e  facilita a construção e/ ou montagem.

7 – Durabilidade – o contêiner tem vida útil longa pois é projetado para resistir às diversas intempéries e suportar grandes cargas. Um container, bem cuidado, pode duar até 90 anos.

8 – Estrutura – Na maioria das vezes, não requer -serviços de fundação e terraplenagem o que economiza na estrutura do sistema construtivo.

9 – Maior retenção da água das chuvas – Mantém boa permeabilidade do terreno já que não é preciso fazer nenhuma impermeabilização no terreno.

10 – Economia de recursos naturais – Economia de recursos naturais, menor uso de areia, tijolo, cimento, água, ferro etc

11 – Agilidade da construção – Uma construção feita com um bom projeto e bom planejamento leva geralmente entre 60 a 90 dias para ficar pronta. 

Conclusões:

Segundo Arthur Norgren, engenheiro de produção mecânica e sócio-fundador da contain[it] no Brasil, a onda de projetos arquitetônicos com esse elemento demorou para crescer. “Eles eram usados de forma mais rudimentar, para escritórios e depósitos de canteiros de obras”, constata. Tibúrcio completa: “no Brasil, o conceito ganhou força por meio da apresentação de protótipos em eventos de arquitetura e decoração”. Mas ele alerta para essa visão de que utilizar container é algo sustentável: “Não adianta fazer um projeto que dependa de muito ar condicionado (e, portanto, energia) e achar que, só porque reusa contêineres, é sustentável”. A questão é que, se bem pensado a utilização dos container por engenheiros e arquitetos como método construtivo é algo extremamente positivo. Porém, se não for algo bem projetado pode ser um grande problema já que existem vários fatores que podem fazer com que o conforto do usuário final seja negativo se não tiver um bom projeto. Nós acreditamos que vale muito a pena investir nesse sistema e já indicamos para alguns engenheiros amigos afinal, segundo o próprio Norgren: “o reuso do container na construção civil é tão antigo quanto os próprios containers. Foram encontrados pedidos de patentes de 1850 para conversão de vagões de trens em restaurantes fixos”, revela.

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos! Vamos fazer chegar ao máximo de pessoas possível!

Tem dúvidas, críticas, sugestões? Divida comigo e me ajude a melhorar esse blog! Faça seu comentário!

Fontes:

  • https://www.hometeka.com.br/inspire-se/8-dicas-de-arquitetura-e-construcao-com-containers/
  • http://sustentarqui.com.br/dicas/construcao-em-conteiner/
  • https://www.aecweb.com.br/cont/m/rev/container-e-estrutura-sustentavel-e-economica-para-construcao-civil_9793_10_0
  • https://www.hometeka.com.br/pro/veja-os-pros-e-os-contras-da-arquitetura-com-conteineres/
  • https://queminova.catracalivre.com.br/inova/5-vantagens-de-usar-conteineres-na-construcao-civil/
  • https://oazulejista.blogspot.com.br/2014/09/casa-container-conteiner-quais-as.html#axzz4oHEPGqKI

Anúncios