Quando nos pedem para citar inventores importantes, nomes como Thomas Edison, Alexander Graham Bell e Leonardo da Vinci provavelmente virão à sua mente. Porque será que nunca ouvimos falar de mulheres no quesito inovação tecnológica? Nem mulheres como Ann Tsukamoto? Grace Hopper? Shirley Jackson? Hedy Lamarr? Já ouviu falar delas?

Talvez não, mas certamente conhece seus feitos e os utiliza com muita frequência: Tsukamoto, por exemplo, desenvolveu um processo para isolar células-tronco humanas. Não vamos estragar a surpresa, vamos deixar para você descobrir nas próximas linhas a importância da descoberta de cada uma delas.

A BBC publicou uma matéria sobre algumas mulheres inspiradoras e nós fomos atrás de mais algumas para complementar essa matéria incrível. Vamos a elas! Separamos em três páginas para facilitar a leitura. Abaixo, vamos apresentar as 10 últimas invenções da nossa lista. Caso queira ver as outras 20, clique aqui e aqui.

21. Aquecedor de automóveis – Margaret A. Wilcox

O primeiro aquecedor de automóveis, que conduzia o ar de cima da máquina para aquecer os dedos dos pés frios dos motoristas aristocráticos do século 19, foi inventado por Margaret A. Wilcox em 1893.

ng4020166.jpg

O modelo da engenheira mecânica dirigia o ar diretamente do motor para os pés do condutor, mas não permitia regular a intensidade. Ela também inventou uma maquina de lavar roupas ou pratos.

22. Geobond – Patricia Billings

Patricia-BillingsImagine um material de construção que é indestrutível, à prova de fogo e não-tóxico. Soa como algo que você encontraria em uma obra de ficção científica, mas na verdade é muito real. A invenção chamada Geobond, foi projetada pela escultora Patricia Billings, enquanto procurava criar um aditivo de cimento para impedir que suas esculturas quebrassem.

Depois de anos de experimentação, ela finalmente alcançou seu objetivo, na década de 1970, de fazer um emplastro indestrutível. Logo depois, ela descobriu que o material também era surpreendentemente resistente ao calor, o que abriu a porta para outras aplicações do seu produto. Porque não sendo tóxico, bem como à prova de fogo, foi a primeira substituição viável do mundo para o amianto. Enquanto Patricia Billings, já tinha duas patentes do seu trabalho, ela continuava a manter a receita exata do Geobond, em segredo. A inventora e bisavó espera ver a sua invenção revolucionar a indústria da construção.

23. Saco de Papel de Supermercados – Margaret Knight

Margaret Knight recebeu a patente de sua máquina que produzia sacos em 1871, após uma longa batalha legal com um colega, Charles Anan, que tentou roubar seu trabalho, argumentando que uma brilhante invenção, não poderia ter sido inventada por uma menina.

stuffmomnevertoldyou-86-2014-03-Margaret-Knight-Paper-Bag.jpg

Esse senhor foi felizmente esquecido pela história. Além disso, quando Margaret tinha 12 anos, ela inventou um dispositivo de segurança para fábricas de algodão que é usado ainda hoje.

24. Aquecimento Central – Alice Parker

Toda vez que você se sentir grato por não precisar correr ao redor de sua casa no inverno, para acender a lareira individual de cada comodo, agradeça a Alice Parker, que inventou o sistema de gás-powered, o aquecimento central em 1919.

aquecedor-central-Alice-Parker.jpg

Foi a primeira vez que um inventor utilizou o gás natural para aquecer uma casa própria, e inspirando os sistemas de aquecimento central do futuro. Isso tudo graças a uma das poucas mulheres negras que conseguiu se formar na faculdade nos EUA no começo do século XX.

25. Escada de Emergência – Anna Connelly

Inventions-by-Women2Parece algo banal, desnecessário até. Mas só quem já teve que fugir de um incêndio pela escada de emergências sabe qual é a verdadeira importância dessa invenção.

Este dispositivo vital, para a segurança pública, foi inventado em 1887 por Anna Connelly. Hoje é algo totalmente obrigatório em praticamente qualquer construção, no mundo inteiro. Os bombeiros agradecem!

26. Limpador de para-brisas – Mary Anderson

Em um dia de inverno, em 1903, Mary Anderson visitava Nova York quando percebeu que o motorista era forçado a abrir as janelas do carro toda vez que precisava limpar a neve do vidro da frente.

E, toda vez que isso acontecia, os passageiros ficavam com frio. Anderson pensou numa solução: uma lâmina de borracha que poderia ser acionada de dentro do carro. Em 1903 ela patenteou o equipamento.

08-parabrisa.jpg

A invenção, contudo, não agradou as montadoras, que acreditavam que o para-brisa iria distrair os motoristas. Anderson nunca lucrou com sua criação, nem mesmo quando os limpadores se tornaram padrão nos veículos.

27. Liquid Paper – Bette Nesmith Graham

Como as máquinas de escrever elétricas entraram em uso generalizado após a Segunda Guerra Mundial, Bette Nesmith Graham e inúmeras outras secretárias soltaram um gemido coletivo. As novas máquinas tornavam a digitação mais fácil, mas suas fitas de película de carbono tornaram impossível a correção dos erros com um lápis borracha, como faziam antes. E por estar cansada de ter que redigitar páginas inteiras por causa de um erro pequeno, Graham determinada a encontrar uma alternativa mais eficiente acaba encontrando a resposta.

liquid-paper-Bette-Nesmith-Graham-600x357.jpg

Ao observar os pintores decorando as janelas bancárias para os feriados, notando que ao invés de remover os seus erros inteiramente, os pintores simplesmente cobriam todas as imperfeições com uma camada adicional de tinta. Assim com pensamento rápido Graham imitou a sua técnica, utilizando uma tinta têmpera branca, à base de água, para cobrir seus erros de digitação. Ela continuou experimentando com a composição da substância, até que ela conseguiu a combinação perfeita para a pintura. O produto refinado foi rebatizado de “Liquid Paper” em 1958 e, em meio a crescente demanda, Graham fez um pedido de patente e marca registrada no mesmo ano. Como resultado desta situação, Graham acabou inventando um dos produtos de escritório mais utilizados do século 20.

28. Transportador de Bebes Snugli – Ann Moore

Como enfermeira do Corpo de Paz durante a década de 1960 no Tongo, na África Ocidental, Ann Moore, viu mães africanas fazerem algo que ela achou muito interessante: elas carregavam seus bebês em slings, tecido amarrados firmemente em suas costas. Moore gostava da proximidade entre os bebês e suas mães. E observou como os bebês pareciam calmos, porque eles se sentiam seguros perto de suas mães.

carregador-bebes-Ann-Moore.jpg

Após o nascimento da primeira filha do casal, após seu retorno aos Estados Unidos, Ann tentou levar seu filho no estilo usado na África Ocidental, usando um xale longo como uma funda para encantar a criança nas costas. Porém, seu método era ineficaz, uma vez que a criança escorria, Moore e sua mãe, Agnes Lucille Aukerman, desenvolveram uma espécie de mochila que se tornaria o precursor do Snugli. O Snugli foi patenteado em 1969.  As modificações de Moore para o transportador infantil resultaram em patentes adicionais.

29. Impressora Blissymbol – Rachel Zimmerman

Em meados da década de 1980, uma menina de doze anos de idade desenvolveu uma invenção que ajudou muitas pessoas que têm dificuldade para se comunicar. Rachel Zimmerman, de Ontário, Canadá, criou um programa de software usando Semantografia: símbolos que permitem pessoas que não falam a se comunicar, tais como aquelas com deficiências físicas graves, como paralisia cerebral.

O usuário do programa se comunica apontando para vários símbolos em uma página ou placa através do uso de uma almofada de toque especial. Quando o usuário toca os símbolos da “Impressora Blissymbol”, ela traduz em uma linguagem escrita. Desta forma, o usuário pode gravar seus pensamentos ou se comunicar via e-mail.

impressora-Rachel-Zimmerman-737x357.jpg

O sistema de comunicação de Zimmerman começou como um projeto de feira de ciências da escola, mas acabou competindo na Exposição Mundial de realização dos jovens inventores, ganhando uma medalha de prata no concurso em todo o Canadá. O programa também ganhou o prémio de mérito YTV Television Youth.

30. Tecnologia de Telecomunicações – Shirley Jackson

Inventions-by-Women9A física teórica Dra. Shirley Jackson era uma mulher negra. Ela completou seu Ph.D. do MIT em 1973. Ela é a senhora que criou conceitos de tecnologia de telecomunicações.

Enquanto trabalhava na Bell Laboratories, ela realizou vários experimentos que lhe permitiram inventar as máquinas de faxes portáteis, telefones de toque, células solares, cabos de fibra óptica e vários outros produtos orientados para a tecnologia. O mais interessante é que ela não escondeu os segredos de suas invenções e compartilhou com os outros cientistas em todo o mundo.

Para acessar as demais invenções, clique aqui e aqui.

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais, seja engenheiro, arquiteto ou simpatizante! Vamos fazer chegar ao máximo de pessoas possível para tentar mudar a vida de outras pessoas e melhorar o mundo!

Quer receber mais notícias como essa? Cadastre-se neste site (aqui ao lado) e receba as novidades!

Tem dúvidas, críticas, sugestões? Divida comigo e me ajude a melhorar esse blog! Faça seu comentário!

Fontes:

  • http://www.bbc.com/portuguese/geral-41147058
  • http://invention.si.edu/woman-inventor-behind-monopoly
  • https://www.tecmundo.com.br/yahoo-/44009-marissa-mayer-uma-das-mulheres-mais-poderosas-do-mundo-da-tecnologia.htm
  • https://acrediteounao.com/25-invencoes-criadas-por-mulheres/
  • http://blog.shoppub.com.br/10-grandes-mulheres-e-suas-invencoes/
  • https://en.wikipedia.org/wiki/Olga_D._Gonz%C3%A1lez-Sanabria
  • http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2015/03/veja-10-mulheres-inventoras-que-revolucionaram-o-mundo.html
  • http://nodeoito.com/mulheres-inventoras/
  • http://top10for.com/top-10-inventions-women-changed-world/
  • http://www.tsf.pt/multimedia/galeria/vida/interior/16-invencoes-de-mulheres-que-mudaram-o-mundo-em-imagens-4438752.html
  • http://www.inventricity.com/nancy-johnson-inventor
  • https://en.wikipedia.org/wiki/Ann_Moore_(inventor)
  • http://www.cachoscomsardas.com/2017/03/4-mulheres-inventoras-que-mudaram-o.html

Anúncios