Mistura de asfalto feita com toner de impressora reciclado abre caminho para estradas ecológicas

Uma nova mistura de asfalto mais ecologicamente correta contendo toner de impressora reciclado está sendo usada nas estradas de Sydney. A TonerPave foi desenvolvida pela Downer e pela empresa de Melbourne, Close the Loop, e é o resultado de uma cultura compartilhada de inovação e um desejo genuíno de reduzir o consumo de carbono das empresas.

A nova tecnologia usa uma mistura química que emprega a reciclagem de toners de impressora (item que substitui os cartuchos de tintas de impressão em máquinas a laser), reduzindo assim a produção de CO2.

Além de ser menos poluente à camada de ozônio, o método é tão efetivo quanto o asfalto tradicional na eliminação de buracos e rachaduras nas vias. Os dados da Close the Loop indicam que, em média, 13% do toner em cada cartucho é desperdiçado. Eles dizem que 100 cartuchos de toners de impressoras podem pavimentar até uma tonelada de asfalto e cada tonelada do produto à base de toner usado na mistura de asfalto substitui 600 kg de betume e 400 kg de agregados finos, como areia e solo.. Testes também mostraram aumento de rigidez na pavimentação com o uso deste material, aumentando assim sua durabilidade, e consequentemente um melhor custo-benefício.

O toner é misturado com óleo reciclado e é 40% mais eficiente energeticamente do que a fabricação de betume padrão, com uma economia relativa de 270 kg de emissões de CO2 por tonelada.

 Pics-for-Summons-Article-Aug2011.jpg

Peter Tamblyn, gerente de marketing da Close the Loop, disse que “o resto do mundo está olhando para isso”. Todo o pó de toner usado da Austrália poderia, teoricamente, um dia ser usado na mistura de asfalto, disse Tamblyn, mas muitas pessoas jogam o toner para fora, em vez de reciclá-lo. “Se pudéssemos colocar as mãos em todos os resíduos de toner da Austrália, teríamos prazer em usá-lo”, disse ele.

Na atual taxa de coleta de cartuchos de impressoras via Plant Ark, dentro do limite da cidade de Sydney, 14.500 toneladas de TonerPave podem ser produzidas a cada ano – o suficiente para repassar 120.000 metros quadrados de estrada, o dobro das necessidades da área do conselho.

1st-Sydney-TonerPave-Street-Sept14-2.jpg

Tamblyn disse que o toner reciclado pela Close the Loop nos próximos 12 meses contribuirá para mais de 100.000 toneladas de produção de asfalto. A Austrália usou 750.000 toneladas de asfalto em 2014.

O novo tipo de asfalto já está sendo utilizada pela Downer, responsável pelo serviço de infraestrutura das vias australianas na pavimentação de ruas e avenidas. O material não necessita de maquinário especial para sua aplicação, já que pode ser aplicado com o mesmo equipamento usado pelo impermeabilizante à base de betume utilizado no método tradicional.

1st-Sydney-TonerPave-Street-Sept14-1.jpg

A empresa ressalta que estes números poderiam ser muito maiores se a população australiana fizesse o descarte correto do material. Atualmente, boa parte dos australianos jogam o material no lixo comum, o que faz com que a Close the Loop tenha acesso limitado ao material que gera a matéria prima para o TonerPave.

1st-Sydney-TonerPave-Street-Sept14-6.jpg

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais, seja engenheiro, arquiteto ou simpatizante! Vamos fazer chegar ao máximo de pessoas possível! Conhecimento nunca é demais e com conhecimento poderemos mudar a vida de outras pessoas e melhorar o mundo!

Quer receber mais notícias como essa? Cadastre-se neste site (aqui ao lado) e receba as novidades!

Tem dúvidas, críticas, sugestões? Divida comigo e me ajude a melhorar esse blog! Faça seu comentário!

Fontes:

Advertisements

Deixe uma resposta