Advertisements

Engenheiro na Web

Notícias de engenharia, arquitetura, informações sobre tecnologias inovadoras e novidades que fazem um mundo melhor!

Trem de São Paulo a Campinas será licitado em 2020 e será movido a biodiesel

3 min read
A alternativa ao uso do biodiesel é o uso de trens elétricos, como os que já operam hoje, e tem emissão de poluentes atmosféricos próxima a zero. O Banco Mundial atua na modelagem da licitação, segundo o governo.

Fonte: https://www.metrocptm.com.br/em-apresentacao-cptm-traz-mais-detalhes-sobre-o-trem-intercidades/

Substituir trens eletrificados por composições locomotivas movidas a biodiesel pode ser a solução para o TIC (Trem InterCidades), projeto para ligar o centro de São Paulo a Campinas.

A ideia nasceu na viagem que o secretário paulista dos transportes, Alexandre Baldy, e o presidente da CPTM, Pedro Moro, fizeram aos EUA em agosto e seria viabilizado em uma Parceria Público-Privada (PPP), em que o Estado investiria 50% do capital necessário para a obra e o setor privado, a outra metade.

É o que afirma o secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, que acompanha o governador João Doria (PSDB) em missão à China.

A dupla viajou o trecho que vai da estação central de Miami até Fort Lauderdale e saiu com um cálculo de que a medida poderia reduzir em mais de R$ 1 bilhão o custo do projeto.

O projeto do governo paulista de fazer um trem intermunicipal de passageiros será viabilizado com a renovação antecipada de ferrovias federais, como as da Rumo e da MRS, de acordo com o vice-governador do Estado, Rodrigo Garcia (DEM). “Há uma previsão expressa da obrigatoriedade de compartilhar trilhos com governo do Estado, isso é uma premissa”.

Baldy disse ainda que a modelagem econômica incluiria a concessão da Linha 7-Rubi da Companhia Paulista de Trens Metropolitanas (CPTM), ramal de trens de subúrbio que, hoje, liga a capital à Jundiaí, passando pelas cidades de Francisco Morato, Caieiras e Franco da Rocha.

A concessão das linhas existentes da CPTM já havia sido anunciada como um estudo em andamento no governo.

A alternativa ao uso do biodiesel é o uso de trens elétricos, como os que já operam hoje, e tem emissão de poluentes atmosféricos próxima a zero. O Banco Mundial atua na modelagem da licitação, segundo o governo.

O objetivo é licitar o trem intercidades até o fim de 2020. Poderá ser uma concessão ou até mesmo uma PPP, Parceria Público Privada, mas acredito que há viabilidade para uma concessão”, comenta Garcia.

Fonte: https://www.metrocptm.com.br/trem-intercidades-pode-ser-movido-a-biodiesel/

A linha ferroviária deverá ligar São Paulo a Campinas, e depois, chegar até a cidade de Americana.

O projeto será realizado pela concessionária do aeroporto de Guarulhos, em troca de descontos no pagamento de outorgas ao poder concedente, ainda de acordo com o vice-governador.

A adoção de locomotivas a biodiesel não só parece tornar o projeto mais barato em tempos de orçamento curto. Ela também denota um prazo mais rápido para ser executado o projeto Trem Intercidades, o que pode ser ótimo para a população.

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais, seja engenheiro, arquiteto ou simpatizante! Vamos fazer chegar ao máximo de pessoas possível! Conhecimento nunca é demais e com conhecimento poderemos mudar a vida de outras pessoas e melhorar o mundo!

Quer receber mais notícias como essa? Cadastre-se neste site (aqui ao lado) e receba as novidades!

Tem dúvidas, críticas, sugestões? Divida comigo e me ajude a melhorar esse blog! Faça seu comentário!

Fontes:

Advertisements

Deixe uma resposta

Copyright © All rights reserved. Newsphere by AF themes.